CANTINAS VOLTAM A FUNCIONAR EM SETEMBRO

Administrador dos Serviços de Ação Social da Universidade de Lisboa, Carlos Dá Mesquita reúne com a Direção-Geral da Associação Académica da Universidade de Lisboa.

Diogo Ferreira Leite | Carlos Dá Mesquita | Pedro Cecília

Carlos Dá Mesquita, administrador dos Serviços de Ação Social da Universidade de Lisboa reuniu na passada quarta-feira, dia 9 de junho com vice-presidente da Política Educativa, Pedro Cecília e o vogal de apoio e coesão estudantil, Diogo Ferreira Leite, membros da Direção-Geral da AAUL, num encontro que serviu para explicitar os problemas relativos às Cantinas das unidades orgânicas da Universidade de Lisboa, nomeadamente do Instituto Superior de Agronomia, da Faculdade de Motricidade Humana, do Instituto Superior de Economia e Gestão e ainda da Faculdade de Belas Arte e ainda sobre algumas residências universitárias, bem como para preparar o ano letivo de 2021/2022.


Por razões externas aos SASUL, as cantinas das escolas acima referidas estão fechadas há uns meses, devido à cessação de serviços por parte dos privados que exploram os espaços.


Segundo Mesquita, devido a constrangimentos orçamentais exteriores à Universidade de Lisboa, os serviços são incapazes de assumir diretamente o serviço alimentar nas respetivas cantinas, passando a solução por um novo concurso público que estará concluído em meados de agosto, com a garantia por parte dos SASUL de que a situação será regularizada. Esta preparação estende para o reforço dos serviços atuais com a previsão de um amento no número de alunos, também em setembro, em particular nas residências e nas escolas.


Em matéria de residências foi exposto a problemática da internet, com uma chamada de atenção parte da Direção-Geral da AAUL da possibilidade de, no próximo ano letivo, algumas escolas manterem o regime misto. Em reposta, Carlos Mesquita assegurou de que o reforço já tinha sido feito e é para continuar.


Foi também disponibilizada a possibilidade de aumentar o horário de estudo da Cantina Velha, se assim for necessário, tendo que, até ao momento, tal não foi registado.


Falou-se também da gestão de resíduos por parte da cantina, bem como do estado de algumas residências e o seu futuro, o jardim de infância que continua com espaço para os filhos dos estudantes e os atuais recursos dos SASUL.


.

172 visualizações

Posts recentes

Ver tudo