Mensagem do Presidenteda Direção-Geral

A Associação Académica da Universidade de Lisboa (adiante AAUL) é uma estrutura sui generis, uma Associação com caráter Federativo, sendo a única estrutura estudantil nacional que equilibra a legitimidade democrática da eleição e escrutínio directo pelos estudantes com a prossecução dos interesses institucionais das Associações Académicas e de Estudantes (doravantes AAEE) em si federadas. Cabe, por isso, à Direcção-Geral (adiante DG) da AAUL o trabalho de servir o superior interesse de todos os associados da AAUL (art. 8.º do Estatutos da AAUL): 

  1. Os Associados Ordinários - Os Estudantes da Universidade de Lisboa (doravante ULisboa);

  2. Os Associados Extraordinários - As AAEEs da ULisboa federadas na AAUL. 


 

As AAEE da ULisboa, as federadas e as futuramente federadas, têm um papel importantíssimo e insubstituível na representação dos estudantes de cada escola, singularmente considerada, o papel da AAUL é outro: ser um veículo efetivo e eficaz para exclamar a voz conjunta dos estudantes da ULisboa que, numa ótica macro-associativa, necessitam de uma voz central, forte e unida que, eficientemente, comungue as suas lutas, os seus interesses e os defenda intransigentemente. 

 

Incluir

A Universidade de Lisboa conta com mais de 50 mil estudantes e 16 AAEE, portanto é crucial para a AAUL ser uma estrutura inclusiva e plural. Para este efeito é fundamental envolver os estudantes e AAEEs nas atividades da AAUL, como também auscultá-los recorrentemente  através das Assembleias Magnas, Conselhos-Gerais, Reuniões e inquéritos.  

Enquanto Associação com carácter Federativo é basilar para a AAUL voltar a incluir cada vez mais AAEEs na sua estrutura, a fim de melhor servir a Academia da ULisboa. Para tal está definida uma estratégia de aproximação baseada na colaboração e auxílio às AAEE. 

 

Formar

Para garantir a continuidade e qualidade da estrutura é necessário formar os atuais dirigentes e associados com capacidades técnicas, pessoais e interpessoais. Estando ao longo do ano planeadas formações internas de soft/hard skills e palestras sobre o ensino superior e política educativa. 

Para uma maior envolvência das AAEE na vida da AAUL é importante a consolidação das relações, não só através do Conselho Geral, como também através de reuniões Departamentais: Entre os Departamentos da AAUL e os Departamentos das AAEE que incidam sobre a mesma área. Para a evolução do movimento associativo é imperativa a partilha de conhecimento entre AAEE e AAUL que gere cooperação e faça evoluir as capacidades das estruturas federadas e da própria AAUL.


 

Renovar

Para além de continuar o processo de restauração e reafirmação da AAUL é essencial renovar e inovar o modo como esta interage com os estudantes, AAEEs e Movimento Associativo Nacional. 

É vital o desenvolvimento de novas e melhores atividades e a reestruturação das atuais. Os interesses políticos e recreativos dos estudantes sofrem mutações com as diferentes gerações, compete à AAUL estar vigilante e se renovar a fim de melhor servir e envolver cada vez mais estudantes nas suas atividades e causas estudantis.


 

Crescimento Sustentável

O aumento da quantidade de ações contidas neste plano de atividades, face aos anteriores, prende-se com o propósito de estruturar e fortalecer a AAUL tendo em vista o seu crescimento, respeitando sempre uma perspectiva ecológica e financeiramente sustentável através do planeamento minucioso de atividades e da criação de reservas futuras pelo meio de um fundo de emergência.  


 

Referência

Pretendemos que a AAUL seja, novamente, uma referência associativa a nível nacional no que diz respeito ao debate dos temas da nossa geração. A AAUL, como Associação Académica da maior universidade do País, tem um papel extremamente importante no debate público e político portugues. Uma AAUL mais forte e interventiva significa necessariamente um enriquecimento do debate, como também uma garantia de que os estudantes da Universidade de Lisboa serão ouvidos.

Viva a AAUL,

Vivam os Estudantes,

José Afonso Garcia,

Presidente da DG AAUL

Campo Grande 18, 1700-162 LisboaCampo Grande 18, 1700-162 Lisboa (9).png