Mensagem do Presidente

da Direção-Geral

Hélder de Sousa Semedo

UM NOVO CICLO PARA A ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

A defesa dos interesses estudantis e do Ensino Superior são hoje uma distante realidade do que outrora foi defendido pelos fundadores da Associação Académica da Universidade de Lisboa.

O projeto Afirmar a Academia, eleito nas últimas eleições foi o mote que quisemos encetar para a Associação Académica da Universidade de Lisboa - e será, um novo ciclo para a nossa AAUL.

É com esse propósito que, em conjunto com outros estudantes da Universidade, queremos relançar a Associação Académica da Universidade de Lisboa e convictamente materializar um novo ciclo na nossa vida académica.

Primeiramente há que salvaguardar o nosso passado que, ainda que por vezes adverso, permitir-nos-á refletir sobre os insucessos da academia, virando uma página da nossa história e visando um novo e próspero capítulo de reafirmação da cultura académica e defesa dos interesses estudantis com a vontade e ferocidade que, nós estudantes temos e queremos na nossa ULisboa.

Relançar uma associação como é a AAUL não é uma tarefa simples; mas sim um trabalho árduo e desafiador. Contudo, sabemos que o projeto a que nos propomos será capaz de resolver os problemas criados no passado e devolver à Associação o seu propósito.

São lamentáveis as precárias condições de segurança de todo o espaço da Universidade e as fatalidades que daí advêm. A distância e desconsideração das diferentes escolas que trabalham todos os dias na formação dos profissionais do futuro sobre a bandeira da maior Universidade do país, que sendo dos estudantes devia focar-se nos mesmos, unindo os diferentes eixos da nossa Academia.

Cabe-nos como AAUL fazer com que todos se sintam considerados pela instituição da Alameda da Universidade ao Campus da Ajuda, do Campus do Chiado passando pelos Campus de Loures, Quelhas, Taguspark ao Jamor. Todos pertencemos a uma só Universidade, independentemente da distância territorial que nos separa.

Afirmar a Academia com os estudantes e pelos estudantes será o fio condutor de todos nós, porque acreditamos que, com determinação, será possível lado a lado honrar o passado brilhante e inconformista de que somos herdeiros.


Porém em momentos assim – e isto é o mais importante que vos quero transmitir, de crises e perturbações, os estudantes encontraram no fundo de si mesmos, energias que patenteavam dormentes e despertaram de um sonho. Ou de um pesadelo. 

"QUEREMOS UMA AAUL CAPAZ DE SER A VOZ DAS VONTADES DOS ESTUDANTES E DAS SUAS ESTRUTURAS REPRESENTATIVAS"

Mas o mais importante é acordar! Acordar e agir, vulgo, ligar as 18 escolas da Universidade, unir os estudantes com consciência, estimular a progressão e a evolução de mãos dadas com as Associações de Estudantes.


Na Universidade de hoje, na AAUL de 2020/2021, queremos no eixo desta união, a Mudança.

A Mudança é necessária, a mudança que precisamos na AAUL é urgente e exequível. O movimento estudantil tem de voltar a estar mobilizado pelas causas estudantis, e acordar da letargia em que vive, assim como reagir à inércia, renovar e inovar a Academia.

É urgente voltar a colocar a AAUL ao serviço dos estudantes e, para isso, é necessário existir uma conceção radicalmente nova da AAUL.

Na essência desta mensagem persiste uma incansável vontade de reconstruir uma nova AAUL com a colaboração dos estudantes e dos dirigentes associativos da nossa Academia, alvejando os nossos interesses como estudantes e os da Universidade. Com os olhos postos no Futuro, na energia dos discentes, está aqui uma equipa capaz de concretizar esta mudança. Não esquecendo os princípios pelos quais se guia a nossa Universidade, porque somos uma Universidade de Lisboa aberta para o mundo, sem muros, sem fronteiras.

Queremos uma AAUL que seja capaz de ser a voz das vontades dos estudantes e das suas estruturas representativas, capaz de olhar para a segurança dos campus como um pilar essencial no desenvolvimento da nossa ação.

Olhar para a cultura académica como fator estrutural na valorização das tradições académicas com respeito pelo lado histórico de que somos sucessores, mas também olhar para as atividades universitárias como um elo de intervenção cívica e de consciencialização dos novos desafios mundiais.

Contamos contigo!

© AAUL 2021 - Unidade Operacional de Gestão da Inovação e Transição Digital

  • instagram
  • facebook
  • twitter_edited
  • likedin_edited
  • youtube_edited