AAUL envia à Reitoria da Universidade de Lisboa levantamento das estações da Carris na Ajuda

O Vogal da Ação Climática e Desenvolvimento Sustentável, Ricardo Mendes e a Vogal da Coesão Estudantil, Mafalda Matos enviaram aos órgãos universitários de cada Escola do Campus Universitário da Ajuda e à Reitoria da Universidade este levantamento do número de paragens e carreiras com o fim de expor algumas dificuldades no transporte disponível para os estudantes deste campus.

No relatório de 14 páginas é feita uma análise a fundo de todas as carreiras e paragens próximas do campus da Ajuda, que inclui a Faculdade de Arquitetura, a Faculdade de Medicina Veterinária, o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas e o Instituto Superior de Agronomia, bem como as várias residências, a Cantina do Pólo da Ajuda e o Centro Desportivo da Ajuda.


Auxiliado de diversas imagens satélite das diversas rotas das carreiras, bem como de tabelas de horários das diversas carreiras de autocarros e elétricos, este relatório analisa a fundo a oferta global de transporte público atualmente disponível para os estudantes que frequentam este campus.


Como conclusão, é referido que “é bastante percetível que o Campus Universitário da Ajuda carece de autocarros noturnos, principalmente nas horas de madrugada, o que impossibilita os alunos de ficarem nas faculdades até mais tarde.”


Diz ainda que “as paragens de autocarro também não se encontram suficientemente próximas das faculdades, da residência e do refeitório de forma a garantir sempre a segurança dos alunos.”


Para os estudantes e todas as pessoas que quiserem consultar o documento podem fazê-lo aqui.

77 visualizações

Posts recentes

Ver tudo