Gonçalo Assis

Mandato 2008-2009

Mestrado Integrado em Medicina Dentária pela Universidade de Lisboa; Assistente Convidado do Departamento de Cirurgia Oral da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (2012-2017); Gonçalo Assis, estudante da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa assume-se como 3º Presidente da história da Associação Académica da Universidade de Lisboa para o mandato de 2008-2009.

Numa lógica de clara continuidade relativamente aos mandatos anteriores vamos assistir, na figura do seu presidente Gonçalo de Assis, à definição de dois pontos fundamentais definidos pela nova Direção-Geral: Consolidação Institucional e Atuação Política. No que respeita à consolidação institucional e à semelhança do que até então teria sido conquistado pelos seus antecessores, Gonçalo Assis e a sua equipa vão dar continuidade ao aprofundamento de relações institucionais para com os órgãos da Universidade de Lisboa, entidades públicas e demais parceiros.

Assistimos a uma tendência, com grande sucesso, de manutenção de boas e saudáveis relações com os dirigentes da Universidade de Lisboa o que promoverá um ambiente propício à realização das metas e ao alcance dos objetivos na defesa dos estudantes da própria universidade.

No campo da atuação política vamos assistir ao preconizar de uma atuação sólida e de clara efetivação da classe estudantil, quer no âmbito da Universidade como no âmbito externo.

A área de atuação da Ação Social e da Política Educativa afirmam-se como basilares na atuação do mandato de 2008-2009 de forma a fazer face às grandes dificuldades económicas que de uma forma evidente assolavam os estudantes de toda a Universidade de Lisboa. O reforço de apoio informativo, do aconselhamento próximo e constante e a intermediação entre os estudantes e os serviços de Ação Social da Universidade revelaram-se determinantes no contexto financeiro frágil e conjunturalmente inédito. Vamos também assistir ao alerta crescente para o melhoramento das instalações da universidade e respetivas unidades orgânicas, à campanha política de sensibilização para a efetivação do movimento estudantil e a sua importância numa Universidade como a de Lisboa e ao reforço da importância da existência e funcionalidade da figura do Provedor de Estudante.

O mandato 2008-2009 vai, igualmente, ficar marcado pela contestação contínua aos sucessivos cortes de financiamento das instituições do ensino superior que, numa conjuntura de crise, deixavam a Universidade e toda a sua comunidade académica numa frágil situação.

O presente mandato caracteriza-se, ainda, pelo contínuo fortalecimento das relações institucionais com todas as Associações de Estudantes da Universidade de Lisboa figurado nas palavras do Presidente Gonçalo Assis na sua tomada de posse: “A AAUL continuará a respeitar rigorosamente o espaço de representação de cada uma das Associações da Universidade, algumas centenárias. Estas continuarão a ser os nossos parceiros mais próximos, numa relação que procuraremos aprofundar”.

O mandato de 2008-2009 fica também marcado pela recuperação económica da AAUL, com assunção e pagamento de dívidas a fornecedores. Realidade que possibilitou uma maior solidez financeira essencial para prosseguir a atuação da AAUL na defesa do direitos e interesses legítimos de todos os estudantes da Universidade de Lisboa.

De referir ainda o incansável esforço no processo de feitura, desenvolvimento e consolidação dos Estatutos da Associação Académica da Universidade de Lisboa que, aquando da sua publicação, atribuiriam no ato de constituição, personalidade jurídica à AAUL nos termos do Código Civil: um passo determinante na efetivação da Associação, na sua consolidação, um passo histórico para a Associação Académica da Universidade de Lisboa enquanto estrutura representativa de todos os estudantes da Universidade de Lisboa.

© AAUL 2021 - Unidade Operacional de Gestão da Inovação e Transição Digital

  • instagram
  • facebook
  • twitter_edited
  • likedin_edited
  • youtube_edited