Segurança Universitária

Segurança Universitária

A segurança constitui um pilar fundamental do Estado de Direito Democrático e uma garantia da liberdade de qualquer estudante. Porque ninguém pode ser verdadeiramente livre se não se sentir seguro. A Academia tem bem presente na sua memória coletiva, os acontecimentos de insegurança que persistem nos campi da ULisboa. Acresce que uma cidade segura contribui também para uma sociedade mais tolerante, livre e democrática. 

 

Para garantir que os acontecimentos do passado não sejam o apanágio dos estudantes propomos ao Governo a introdução de mecanismos de monotorização permanente do espaço público, através dos instrumentos digitais, nomeadamente:

 

1) Aumento da iluminação pública nos vários Campi da Universidade de Lisboa;

 

2) Negociar com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP e a CML o aumento do número de patrulhas, a carro e a pé, nos espaços da Universidade;

 

3) Inserção de meios de videovigilância em zonas com criminalidade registada nos espaços da Universidade de Lisboa;

 

4) Alertar a Universidade de Lisboa e respetivas Faculdades para a necessidade de realização de um teste à vulnerabilidade dos sistemas informáticos, devido aos dados sensíveis dos seus alunos, professores e funcionários;

 

5) Requerer, em parceria com a PSP, a disponibilização de um relatório mensal sobre o número de atividades criminosas nos Campi, com vista à melhor alocação de recursos;

 

6) Defender o auxílio financeiro a despesas médicas, tanto físicas como psicológicas, derivadas da ocorrência de crimes nos Campi.

 

© AAUL 2021 - Unidade Operacional de Gestão da Inovação e Transição Digital

  • instagram
  • facebook
  • twitter_edited
  • likedin_edited
  • youtube_edited