Ranking de Leiden destaca ULisboa no topo mundial da investigação

O ranking de Leiden deu a liderança na Península Ibérica uma vez mais à ULisboa, além de a colocar em 131º lugar a nível mundial e na 30ª posição na Europa.

Reitoria da Universidade de Lisboa

No âmbito das 5 áreas científicas consideradas pelo ranking, a ULisboa destaca-se no contexto europeu assumindo o 10º lugar na área das Ciências da Vida e da Terra, 16º lugar na área das Ciências da Engenharia e Física, 18º lugar na área da Matemática e Ciências da Computação e 54º lugar na área de Ciências Sociais e Humanas.


O ranking de Leiden é considerado um dos mais prestigiados rankings internacionais, fundamentando a avaliação na produção científica e no seu impacto, através de dados bibliométricos da Web of Science, produzida pela Clarivate Analytics. Nesta edição, o ranking de Leiden avaliou a produção científica de 1225 universidades em 69 países, de 2016 e 2019.


Além do impacto científico, foram também analisados os indicadores das instituições em mais três domínios: colaboração (interinstitucional, internacional e com a indústria), artigos publicados na modalidade de acesso aberto e diversidade de género.


Ao nível das colaborações e do acesso aberto, a Universidade de Lisboa classifica-se no 122 º lugar a nível mundial e o 38.º europeu. No que respeita, à diversidade de género, a instituição ocupa a 102.ª posição a nível global e é a 40.ª entre as instituições europeias.


A nível nacional, no top-3 liderado pela Universidade de Lisboa, estão também a Universidade do Porto e a Universidade de Coimbra, que ocupam respetivamente o 2.º e 3.º lugares.


A edição de 2021 do CWTS Leiden Ranking é liderada pela Universidade de Harvard. Nas áreas de Matemática e Ciência da Computação e de Ciências da Engenharia e da Física a liderança pertence à Universidade de Tsinghua.


61 visualizações

Posts recentes

Ver tudo