AAUL envia alterações de melhoria ao Regulamento de Regularização de propinas da ULisboa

Presidente da AAUL, envia alterações de melhoria ao Regulamento dos Planos de Regularização por não pagamento de propinas na Universidade de Lisboa


O presidente da Direção-Geral da AAUL, Hélder de Sousa Semedo enviou ao Reitor da Universidade de Lisboa, António Cruz Serra as alterações ao mecanismo extraordinário de regularização de dívidas por não pagamento de propinas devidas às Escolas da Universidade pela frequência dos cursos ministrados na Universidade de Lisboa.


«Com estas propostas iremos garantir que o mecanismo extraordinário de pagamento de propinas criado pela Assembleia da República seja integralmente cumprindo pelas 18 Escolas da Universidade de Lisboa e consequentemente evitar o abandono dos estudantes do ensino superior em virtude da pandemia que vivemos furto do COVID-19», garante o dirigente estudantil.


Sabemos que os estudantes internacionais, na sua maioria são brasileiros, e estão a atravessar sérias dificuldade financeiras, uma vez que por causa da pandemia do COVID-19, acabaram por perder os empregos que tinham, e consequentemente deixaram de ter condições de pagar as propinas na Universidade de Lisboa.


“Este novo mecanismo, que ajudará estudantes nacionais e internacionais é um instrumento para combater o abandono escolar, pelo que sendo lei as unidades orgânicas da Universidade de Lisboa, tem a obrigação de aplicar o regime e garantirem este direito a todos os estudantes”, alerta a Direção-Geral da AAUL.

A lei foi publicada em Diário da República, após as audições que a Associação Académica da Universidade de Lisboa, manteve com os partidos políticos com assento na Assembleia da República e ainda com o Governo.

32 visualizações
  • instagram
  • facebook
  • twitter_edited
  • likedin_edited
  • youtube_edited